sexta-feira, 31 de outubro de 2014

O que vem por ai ... Puddle Jumping, New Adult de Amber L. Johnson @EditoraLeya

| |
0 comentários
A Bookcase Literacy Agency anunciou que a Editora Leya comprou os direitos de publicação do New Adult de Amber L. Johnson, Puddle Jumping, aqui no Brasil.

Editora Leya

Sinopse
Traduzida pelo Clã
Favor dar os devidos créditos

Quando se trata de amor, não existe nada convencional. Todo mundo acha Colton Neely especial. Lilly Evans  está certa de que ele é fascinante. 

Eles eram muito amigos, quando mais jovens, porém sua ligação é interrompida devido à sua natureza propensa à acidentes e eles seguem caminhos separados. 
Anos depois, os dois se reencontram e Lilly descobre que há algo de especial sobre o rapaz que ela conheceu, mas não tem ideia do que isso significa. E não tem certeza se está pronta para descobrir. 

Quando ele caminha pelo corredor de sua escola no primeiro dia do seu último ano, Lilly sabe que é hora de conhecer o verdadeiro Colton Neely. Quanto mais ela aprende sobre ele, mais profundamente ela se liga. 

A amizade cresce para amor, mas Colton não é capaz de expressá-la em palavras. Porém uma decisão ameaça quebrar o mundo que Lilly tem tentado tão difícilmente construir e ela deve descobrir se o relacionamento pode sobreviver com os dois estando separados.


Read More

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

( Resenha ) A Verdadeira Bela de Li Mendi @LiMendi

| |
0 comentários
Editora Highlands

Clique na capa e compre o livro no site da autora

Leia a sinopse, AQUI.


Resenha





Nicole está vivendo um dos dias mais felizes de sua vida. Bem, segundo ela mesma, é o dia mais feliz. 

Conseguiu uma entrevista de emprego na agência de publicidade na qual sempre sonhou trabalhar, True-B. Seu almoço no shopping tinha tempo contado e planejado para que chegasse na hora certa, mas um imprevisto gigante e lindo tromba com ela e o estrogonofe, vai parar todo....
Na camisa dele.

Fernando parece o sonho de toda mulher, lindo, elegante.. e enorme rsrsrs.

Diga-me você, se fosse avisada pelo seu anjo da guarda de que o seu grande amor atravessaria o corredor do shopping sem percebê-la. Não agarraria seu braço e dançaria Single Ladies de colan para chamar sua atenção?

Nicole se vê na obrigação de ajudá-lo e eles acabam almoçando juntos e conversando bastante. Certo... a conversa foi quase um monólogo, pois Nicole fala pelos cotovelos, talvez por estar tão nervosa com a entrevista que se aproxima.

Eu pedirei um cara desses pro Papai Noel no próximo Natal. Quando se virar, vou tirar uma foto com meu iPhone para que o bom velhinho não erre nadinha, nem no tamanho ou jeito de caminhar elegante com aquela bunda redonda deliciosaaa!

Ao chegar na True-B, a moça está radiante! Pensa que está tendo o seu dia perfeito, uma entrevista importante e um homem perfeito. Tudo no mesmo dia! Até que entra na sala de entrevistas e se depara com o dono da agência de publicidade, Fernando.

Apesar da raiva e de se sentir enganada, ela acaba sendo contratada como assistente pessoal do chefe, que parece estar interessado não só na capacidade profissional de Nicole.

Ele tem 3 filhos super fofos, que passam a ser responsabilidade de Nicole, junto com a agenda profissional dele. OMG. Claro que Nicole vira alvo da inveja de algumas pessoas da agência que não a deixam sossegada.

Os dois acabam se envolvendo, mas a autora conduz a aproximação de maneira leve e super fofa. Fernando e Nicole tem uma conexão interessante desde o primeiro encontro, lembra do estrogonofe? E essa conexão tem uma explicação super legal, AMEI!  Surpresa!

O livro é narrado pelos dois protagonistas, nos permitindo entender melhor o que ambos pensam.

Pense em uma lista de adjetivos... pensou?
Eu também! <3

O Livro é fofo, com um romance lindo, engraçado, emocionante e original, apesar das poucas páginas.

Amei A Verdadeira Bela e recomendo! Muito!!!

- Papai, o que você faz que não gosta? 
Beijar a garota que está do nosso lado e deixá-la dormir sozinha!


Conheça outros livros da autora, AQUI.




Read More

( Resenha ) Talvez Um Dia de Elizete Duarte @editorapandorga

| |
0 comentários

Editora  Pandorga


Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha


Ter fé? Ou não ter fé?

Perdoar? Ou não perdoar?

“...não importa o que fazemos de errado, o importante é que todos nós temos uma segunda chance e, se realmente desejarmos e mudarmos, o perdão nos acompanha.”

Vanessa é filha única, e mora sozinha com o pai após o falecimento de sua mãe. Ela sonha em ser independente, e também quer ajudar nas despesas de casa, e é por isso que procura por um emprego. 

Vanessa consegue a sua tão sonhada entrevista na empresa de César. César é um jovem bem sucedido que toma conta da empresa da família, e que, ao se deparar com a moça em sua empresa, sente-se hipnotizado.  Algo dentro dele desperta.

“Ali fora havia uma mulher linda e atraente, era só uma mulher, não havia o que temer. Procurava se convencer. Arqueou as sobrancelhas, a tentativa foi em vão. Não era verdade, ela não era uma mulher qualquer. Era muito, muito mais que isso, ela possuía o poder de ofuscar sua razão.”

Vanessa também sentiu algo diferente quando viu César. Um desejo avassalador tomou conta dela. Parecia que já se conheciam, tamanha conexão que existia entre os dois. E o esperado acontece, Vanessa é contratada para trabalhar como secretária na empresa de César. 

A paixão que existe entre os dois e tão forte que eles acabam não resistindo, e se entregam de corpo e alma, um ao outro. Mas, Vanessa desaparece no dia no qual iria conhecer a mãe dele.
Ele fica sem chão, e acredita que foi traído, pois o único vestígio dela que ficou para trás, foi um breve bilhete. 

Vanessa foi sequestrada, mas César está tão afundado na auto-piedade, que não enxerga que a golpista da história não é Vanessa, sem contar que ele nem se mobiliza para tentar encontrá-la, mesmo tendo o pai dela afirmando que ela nunca iria embora assim, do nada, que algo estava muito errado. Mas quem diz que ele acredita? E de forma desesperadora ele se casa com outra mulher, leia-se VÍBORA. 

Vanessa está sofrendo muito no cativeiro, e o pior de tudo é que ela não sabe o porquê de ter sido sequestrada. A única coisa que a mantém de pé é a fé de que tudo vai ficar bem, que ela vai conseguir sair de lá com vida. Mas nem tudo sai como o esperado, e talvez um dia ela seja capaz de sair desse tormento e retornar com a sua vida.

“...Ninguém é culpado pela atitude dos outros. Cada um escolhe a sua história.”

Talvez um dia é um livro de leitura rápida, até porque a autora não se aprofundou muito em algumas cenas e nem no envolvimento do casal, o que me deixou um pouquinho incomodada durante a leitura. Mesmo assim, gostei muito da história que fala de fé, muita fé, e o poder que o amor tem de nos fazer acreditar no inacreditável. 

Algumas páginas são tão sofridas, que se torna impossível não ficar apreensiva para saber se tudo vai acabar bem ou não. Se tudo vai se resolver. Impossível não torcer para que Vanessa fique bem.

 O livro é leve, e ao mesmo tempo tenso. Doce e ao mesmo tempo amargo.

Talvez um dia nos passa a lição de que o amor sempre vai vencer o ódio, talvez seja hoje, amanhã, ou daqui a um ano. Na verdade o tempo não importa, o que importa é que o amor é absolutamente a arma mais poderosa que temos. 

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. (...) ”

1CORÍNTIOS 13:1a7




Conheça outros livros da autora, AQUI.

Read More

( Resenha ) Rendida por Você - Livro 1 da Trilogia homônima de Danúbia Ferreira

| |
0 comentários
Editora Highlands

Clique na capa e compre o livro no site da editora

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha



Intenso, definitivamente esse livro é intenso!!. Ele te faz sentir somente emoções intensas, drama, tensão. Rápido, não te dá tempo de respirar ou pensar, só sentir....

O livro já começa contando a primeira vez que Fabiana viu Erick, e apesar de seus ainda 15 anos, as fagulhas começaram a se acender...

Fabiana é uma menina muito sofrida, filha de pais separados, sua mãe não lhe dá amor nem carinho, seu pai é ausente e só se faz presente ocasionalmente. Ele  tem ainda um temperamento bipolar com situações de agressões e brutalidade para com ela ou quem estiver por perto.

Sua mãe segue cegamente a uma igreja que tem regras bem rígidas, pune  a moça fisicamente quando não as cumpre, além de não permitir que tenha amigos. 

Fabiana cresce nesse lar sem amor, sem carinho ou atenção e assim apesar da pouca idade, tem muita maturidade, pois já apanhou muita da vida, mas não se faz de coitada. Sabe que só depende dela correr atrás dos seus sonhos. E com o tempo, aprendeu a criar muros a sua volta para se proteger de mais sofrimento.

Erick e Fabiana se vêem pela primeira vez na piscina de um acampamento juvenil. Ele é um professor tomando conta dos alunos. Logo percebe que a menina fica mexida com ele e se afasta. Mas isso não dura muito, pois ambos se reencontram na escola. Ele mexe com ela e ela com ele, mas o professor fica se esquivando desse interesse, pois sente-se enojado com seus próprios pensamentos em relação à uma menina.

O tempo passa,e após viver alguns contratempos ela reencontra Erick. Ela já está mais madura e começa a trabalhar. Ao vê-la no trabalho, ele  percebe o quanto cresceu e ficou ainda mais bonita e logo ressurge o interesse, agora mais liberto da culpa. Ela agora é uma mulher adulta.

Erick mantém um caso conturbado com Keylla, a filha de alguns amigos políticos dos seus pais. Eles tem se encontrado muito nos jantares que seu pai promove para se eleger, mas ele não quer nenhum relacionamento. Com nenhuma mulher.

Tudo o que quer é sexo e ele planeja se encontrar com Fabiana no Baile de formatura, para saciar seu desejo por ela. Erick não quer relacionamentos, não se apaixona, não se envolve ....ele tem seus fantasmas, que o fazem também fugir de uma proximidade sentimental.

E é no baile de formatura quando oferece uma carona a Fabiana, que todo o furacão que é a relação desses dois começa. Uma relação cheia de paixão, ciúme, medo e muitas cenas quentes e ardentes de sexo. 

Fabiana apesar de toda fortaleza que demonstra é um menina doce, boa, inteligente a procura do seu felizes para sempre. Ela se entrega totalmente à Erick, a essa paixão. E agora o que dizer do Erick? Ele é um amante insaciável a procura de uma boa transa, mas que no meio do caminho perde-se no desejo enlouquecedor que sente por Fabiana....

E o livro acaba como ele é ...tenso, cheio de emoção e deixando o leitor desesperado em busca do segundo para poder respirar de novo.




Saiba mais sobre a Trilogia, AQUI.

Read More

( Resenha ) Palácio Hanzel - Livro 3 da Série Clube 13 de Barbara Biazioli

| |
7 comentários
Esta resenha contém trechos inadequados para menores




Leia a sinopse, AQUI.



Resenha




Clique na capa ao lado e compre o E-book na Amazon









Palácio Hanzel vai nos contar a história da criação do famoso Clube 13. É claro que eu estava roendo as unhas para ler, afinal, sou uma fá da Série, então a espera por Palácio Hanzel foi torturante. 
Mas posso dizer... Valeu a pena =)

Apesar de ser o livro 3, aqui a autora retroagiu alguns anos no tempo, para nos contar como tudo começou.





Evan Maccouant é um homem de sucesso. Muito jovem, acumulou milhões e é um excelente administrador, mas por trás do homem bonito de negócios bem sucedidos, está uma alma atormentada pela traição e culpa. 
Após ser duplamente traído, Evan luta consigo mesmo para deixar tudo no passado. Seu terapeuta lhe dá vários conselhos e num destes dias, uma brilhante ideia preenche seus pensamentos.




Com a ideia de criar um clube onde ele e alguns amigos pudessem fazer encomendas, Evan consegue esquecer os problemas e começa a investir seu tempo e mente na concretização do que planejou.

Se você não conhece a série, pode estar se fazendo a pergunta:

- Que tipo de encomenda?


Mulheres... Lindas mulheres. Se engana quem pensa que eles buscam prostitutas. Não, estão à procura de mulheres lindas, dentro do perfil escolhido e que desejem sentir prazer. Muito prazer.

- Uma rede de solicitações. Você sabe que o seu pau precisa foder uma morena, não pare por ai, meu caro amigo, coloque detalhes, cabelo liso, enrolado, baixa, alta, magra, gostosa, bilíngue, por que não?

13 amigos jovens e com muita grana, iniciam o Clube 13, que tem sede na quente Madri, em um lugar chamado Palácio Hanzel. Nele existem regras muito rigorosas e todos precisam segui-las.

- Gio, é loucura, mas funciona. - disparo palavras sem coerência e ele me encara. - Alguma vez dentro de todas as putarias que já participou, você pensou em possuir uma rede secreta de sexo?

Ok. O livro é muito bom! Do tipo... preciso ler outra vez. 

Nele ficamos sabendo dos problemas de Evan, de como o Clube começou, sabemos mais um pouco sobre alguns dos sócios ( OMG - as cenas são de ligar o ventilador ), temos algumas partes  com o ponto de vista de Sebastian e também algumas cenas emocionantes. 



Não posso falar mais nada... é surpresa <3

Amei e recomendo, pra ontem.. esperar mais pra que?
Com certeza é o meu favorito da Série Clube 13 até agora.

Quero mais Barbara Biazioli!


Saiba mais sobre a série, AQUI.



Read More

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Batida do Coração - Livro 2 da Série Runaway Train de Katie Ashley @editorapandorga - Em pré-venda

| |
3 comentários

Editora Pandorga

Lançamento previsto para 26/11
Clique na capa e  compre o livro na Saraiva

Sinopse

Após anos de relacionamentos ruins e um noivo infiel, Mia Martinelii, de vinte e oito anos, prefere curar o coração de seus pacientes, em vez de correr o risco de ter seu coração partido novamente. Mas tudo isso cai por terra quando, ao cuidar do encarregado dos roadies da Runaway Train, coloca em sua vida o baterista e amante latino, AJ Resendiz. 
Depois de um fim de semana de paixão ardente, a intenção de Mia de não machucar seu coração é colocada à prova pelo mulherengo de senso de humor malicioso, principalmente quando ele insiste em continuar a vê-la. 
Porém quando ela se depara com a dura realidade da enorme quantidade de admiradoras de AJ, suas inseguranças chegam ao limite e Mia deixa AJ algemado no chuveiro. AJ nunca imaginou que depois de duas semanas do melhor sexo com a melhor companhia possível, ele teria que ser resgatado por seus colegas de banda algemado dentro de um banheiro. Embora ele tente esquecer a morena sensual, cujas curvas o faziam salivar, AJ não consegue tirá-la da mente e... do coração. 
Meses depois quando ele finalmente procura Mia para descobrir por que ela foi embora, nada poderia prepará-lo para o reencontro que mudaria sua vida. 
Poderia AJ provar a Mia que, apesar de todas as mulheres que ele teve, seu corpo e seu coração pertence apenas a ela?


Saiba mais sobre a Série, AQUI.

Read More

terça-feira, 28 de outubro de 2014

( Resenha ) Um dia de cada vez de Courtney C. Stevens @Suma_BR

| |
8 comentários
Suma de Letras


Clique na capa e compre o livro na Livraria da Folha

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha

Um dia de cada vez da escritora Courtney C. Stevens, conta a história de dois adolescentes que precisam superar grandes e dolorosos traumas.

Alexi e Bodee estudaram juntos a vida toda e durante todo esses anos pouco se falaram. Mas uma grande tragédia na família de Bodde acaba aproximando-os. O adolescente "diferente" agora é digno de pena: tornou-se o menino cujo  pai matou a mãe.

Bodee é tipo de uma árvore alta e morta no meio de uma floresta verde. Ou uma sempre-viva cercada por carvalhos no inverno. Eu mal consigo ignorá-lo, porque ele é como essas árvores. A gente nota antes de qualquer coisa.

Como as mães de Alexi e Bodee eram muito amigas, ficou acertado de Bodee morar na casa de Alexi até o final do período escolar, enquanto o pai aguardava o julgamento e o irmão mais velho se organizava para obter sua guarda.

E assim foi feito. O garoto “ Ki-suco” foi morar na casa de Alexi e aos poucos um foi se tornando parte da vida do outro.

Bodde foi o único que enxergou o pescoço arranhado de Alexi, uma das formas encontradas por ela para lidar com as difíceis lembranças do verão passado.

Não importa quanto eu arranhe, as palavras continuam na minha cabeça.
Se ao menos eu conseguisse fazer o lado de fora doer mais do que o lado de dentro.

Alexi foi quem acompanhou Bodee até a cena do crime em busca do significativo brinco de sua mãe.

Foi com Bodee que Alexi dividiu os sentimentos confusos sobre a irmã Kaila e o seu noivo Craig considerado membro da família...

Alexi também confidenciou a Bodee o seu amor pelo desconhecido que todos os dias completava a música que ela registrava na carteira da escola.

- Isso com o Capitão Letra de Música é uma das poucas coisas perfeitas na minha vida. Tipo você. Eu não quero estragar...

Muitas confidências, incertezas, medos ...

Ao longo da trama a autora, brilhantemente, comprova que viver as dores e os sofrimentos mais profundos não é nada fácil, mas é preciso. Esse foi o único e acertado caminho que Bodee e Alexi decidiram seguir juntos...

Mas hoje é melhor do que ontem. E essa dor ainda é um buraco em mim, mas é um buraco que está diminuindo...

Recomendo a todos!



Read More

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

( Resenha ) Estudo Independente - Livro 2 da Trilogia O Teste de Joelle Charbonneau @UnicaEditora

| |
6 comentários
Única Editora

Leia a sinopse, AQUI.

Clique na capa e compre o livro na Submarino

Resenha

Estudo Independente é o livro 2 da trilogia Distópica O Teste.


Foi uma semana depois do Teste. (...). Eu estava vivendo o sonho de seguir os passos do meu pai. Tudo era possível, principalmente com Tomas segurando forte a minha mão na dele.



Malencia passou pelo Teste e agora está na Universidade junto com Tomas.
Apesar de não lembrar de nada do que aconteceu, está feliz com as novidades e os novos desafios. Até que encontra o Comunicador de Trânsito de seu irmão e estranhamente vê nele o símbolo do Teste, é então que ela descobre. Após ouvir sobre as atrocidades e mortes que aconteceram no período do Teste, Cia fica alerta e começa a observar tudo e todos, questionando as palavras gravadas com sua própria voz. 


Semana após semana, mês após mês, tentei fingir que o que o dispositivo tinha revelado não era real.

Dúvidas enchem sua cabeça, mas o temor do que aconteceu e do que pode acontecer, guia seus novos passos. Será que Tomas se lembra de algo? O dispositivo a alerta para algo que Tomas fez. Será que pode confiar nele?


Tomas confia em mim, mas não tenho certeza de poder retribuir a confiança. Nem em mim mesma, nem nele ou em qualquer coisa.

Todos os calouros precisam passar por provas que vão definir sua aptidão e a área para qual serão designados. Logo após, eles precisam passar por uma iniciação, que é eliminatória. Os que não conseguirem serão redirecionados ( leia-se eliminados ). Essa parte lembra muito o período do teste, porém os grupo tem charadas para desvendar e pontos acumulados pela ordem de chegada.

Cia faz novos amigos e também ganha novos inimigos, sempre atenta aos alertas deixados por ela mesma na mensagem gravada no comunicador. 
Ela sente que precisa se manter próxima de Tomas, mas  nem sempre consegue, pois eles precisam manter certa distância para não atrair atenção dos professores.

A trama mantém o mesmo ritmo, mas com menos mortes, já que todos estão agora estudando. Mesmo assim as pressões em cima da personagem são enormes. Ela ganha uma carga maior do que os outros estudantes e tem que dar conta de tudo, já que a todo momento é avaliada. 

Em Estudo Independente Malencia precisa decidir se vai lutar para acabar com o Teste e se arriscar ainda mais, ou se vai apenas viver como uma estudante. 



Fica nítida a vontade da autora, em destacar como a jovem Cia, vinda de uma colônia pequena, é muito mais inteligente e habilidosa do que os jovens de Tosu City.


Nós mudamos. O Teste fez isso com a gente. 
-Você está certo - digo. - Eles merecem pagar.


Adorei, recomendo e aguardo o próximo com ansiedade =)


Saiba mais:






Read More

Confira a entrevista de Catherine Mckenzie´s, autora de Desaparecida, Chick Lit lançado pela @EditoraLeya

| |
1 comentários




1. A personagem principal teve inspiração em você? Em algum momento teve vontade de começar do zero? (Oliver)

R: A personagem principal não foi baseada em mim, mas em uma história que ouvi sobre uma pessoa que ficou doente enquanto estava na África. Quando ela retornou à sua cidade, alguém estava morando em seu apartamento e todos os seus objetos foram jogados fora. 

Achei que esta era uma boa premissa para explorar temas sobre os quais já andava pensando. E se alguém não quisesse uma segunda chance para fazer as coisas da forma certa?

- (...) Quantas pessoas têm a chance de mudar algo importante em suas vidas sem se importar com as consequências?





2. Quais são suas maiores influências literárias? Quais autores mais influenciam seu trabalho como escritora? (Loren-Louise)

R: É difícil escolher um único autor porque sou uma leitora voraz de diversos gêneros. Acho que o que mais influenciou minha escrita foi ler, ler e ler, possibilitando que eu aprendesse o máximo que eu pudesse sobre escrever.

3. A África não é comumente vista na lista de lugares mais desejados para se visitar, de onde surgiu a ideia? É algum toque pessoal seu? (Andreia Leal - Mais que Livros)

R: A história foi realmente baseada em outra que eu ouvi. Também tive um amigo que morou na África por cinco anos, então eu consegui escrever baseada na experiência dele.

4. A inserção do suspense no fim do livro trouxe bastante dinamismo a história, quando você começou a escrever o livro, você já tinha pensado em inserir esse elemento? (Andreia Leal - Mais que Livros)

R: Obrigada. Não tenho certeza de quando exatamente decidi adicionar o mistério ao livro, mas com certeza surgiu enquanto eu pensava no livro – um processo pelo qual sempre passo antes de começar a escrevê-lo.

5. Seus personagens são baseados em pessoas reais ou são totalmente fictícios? (Andreia Leal - Mais que Livros)

R: Totalmente fictícios.

6. Eu levei menos de um dia para concluir a leitura desse livro, mas quanto tempo você levou para escrevê-la? (Andreia Leal - Mais que Livros)

R: Ha! O primeiro rascunho demorou mais ou menos um ano para ser escrito, então vieram muitas revisões. Mas fui interrompida algumas vezes por conta de outros projetos.


7. Fui procurar "Tswanaland" no Google e as únicas páginas em português que aparecem são uma referência ao livro. Como você descobriu esse pedacinho da África? E por que o escolheu para ser cenário da tragédia? (Giulia - Prazer, Me Chamo Livro)

R: Eu quis descrever um país que tivesse as características geográficas que eu pensava, então olhei um mapa da África e encontrei o que procurava. Pesquisando sobre a área, descobri que parte dela foi originalmente chamada assim, ou algo similar a isso; foi daí que surgiu o nome. Acho que os nativos se chamam Tswana.

8. Todos nós temos uma coleção de recordações de viagem. Eu compro ímãs em cada lugar que vou, alguns juntam canecas, outros preferem enfeites. Emma gosta de guardar a terra de onde pisou. Você ou algum conhecido seu faz isso? Existe algum simbolismo ou significado dessa lembrança na vida real ou na história? (Giulia -Prazer, Me Chamo Livro)

R: Eu realmente fiz isso – guardar a terra de um lugar que estive (Ilha do Príncipe Edward¹) – quando eu era adolescente. Guardei porque era tão bonita! Mas esqueci disso até agora. Engraçado como o subconsciente funciona.

¹é uma das dez províncias do Canadá

9. Em algum momento você cogitou alterar o final e apresentar uma Emma totalmente transformada e altruísta? (Giulia - Prazer, Me Chamo Livro)

R: Eu deliberadamente rejeitei essa ideia porque acho que seria um desfecho previsível, é a forma que filmes desse gênero terminam: experiência de quase morte = você precisa se tornar uma pessoa melhor, diferente. Eu quis explorar o que acontece quando todo mundo quer que você aja dessa forma, mas você não.

10. A capa brasileira mantém alguns elementos da [capa] original - uma menina de costas na estrada carregando uma mala -, mas inova tanto no cenário quanto na inserção de elementos femininos. O que você achou dessa mudança? Isso aproxima ou afasta o leitor da essência da história? (Giulia - Prazer, Me Chamo Livro)

R: Eu realmente amei a capa brasileira, é uma das minhas favoritas de todos os meus livros. Acho que se encaixa perfeitamente ao livro.


Confira a resenha 


Read More

Play List Oficial de Complicado Demais - Livro 2 da Série Rock Star de S.C Stephens @EdValentina

| |
1 comentários
Read More